Belo Horizonte é candidata a Cidade Criativa da Gastronomia da UNESCO

Cidade criativa: Broa
Broa da Mariana Gontijo - O Roça Grande Foto: Barba, Barriga e Cerveja

O mês de junho será marcado pela entrega do dossiê sobre a candidatura de Belo Horizonte a Cidade Criativa da Gastronomia – título que é conferido pela UNESCO a 180 minicípios de 72 países.

Nós, do Barba, fomos convidados pela Belotur a participar da construção desse dossiê como e embaixadores da candidatura dessa campanha. Ficamos honrados e confiantes com a possibilidade de BH, a cidade que mais amamos e que ostenta o título de capital mundial dos bares, fazer parte dessa rede que coloca a nossa gastronomia como um diferencial no mundo.

Mas, afinal, o que representa esse título de Cidade Criativa da Gastronomia?

Cidade Criativa

Em 2004 a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO criou a Rede de Cidades Criativas. O objetivo da UNESCO é promover a cooperação entre as cidades que compõe a rede. Cidades que integram a rede têm a criatividade e a cultura como fator estratégico de desenvolvimento sustentável. É compartilhando as suas melhores práticas e cooperando umas com as outras, que as cidades se comprometem a colocar as indústrias criativas e culturais no centro dos planos de desenvolvimento locais por intermédio de parcerias entre cidades em nível internacional. Belo Horizonte pode ser cidade criativa da gastronomia?

Minas e suas raízes

A gastronomia mineira é simples, mas carrega história, cultura, criatividade e riqueza. A cidade recebeu influências diversas, desde a época do ciclo do ouro. Eram portugueses, africanos, indígenas e nativos, os responsáveis pela formação do que se tornou a nossa gastronomia. A escassez de insumos, nesse período, forçou o uso da criatividade no preparo dos pratos.

Cidade criativa: Temperos
Imagem de Barbara Rosner por Pixabay

A mandioca, o milho, o feijão, as hortaliças, o frango e o porco estavam no quintal de casa. Ingredientes simples, mas cheios de história pra contar. A gastronomia mineira é rica por carregar um DNA autoral, extremamente criativo, que reflete a cultura e os saberes do seu povo.

Cidade Criativa: Cerveja artesanal mineira
Barba na Cozinha: Costela com Remorso – Cozinhe pra Ela e Cervejaria Krug Bier
Foto: Barba, Barriga e Cerveja

Uma tradição que se mantêm através do tempo, a beira do fogão à lenha, sendo repassada de geração a geração. Uma culinária típica, tão única que chega a ser replicada em vários estabelecimentos “tipicamente mineiros” no Brasil e no mundo.

Cidade criativa: fogão à lenha
Imagem de alinemorais20120 por Pixabay

BH Cidade Criativa

Belo Horizonte tem apenas 121 anos. Uma cidade relativamente nova. As pessoas responsáveis pela construção de BH trouxeram consigo história, tradição e seus saberes na gastronomia, concebendo a cidade como a maior vitrine de toda a cultura gastronômica do estado de Minas Gerais.

Belo Horizonte, capital de Minas Gerais e cidade síntese desses sabores e saberes mineiros, esbanja criatividade e talento gastronômico, valorizando os ingredientes regionais, que podem ser experimentados nos tradicionais botecos, restaurantes especializados, em experiências e tours gastronômicos e nos mais diversos festivais e eventos gastronômicos que fazem parte do cotidiano da cidade.

Cidade Criativa: Broinha de coité
Broinha de coité da Mariana Gontijo – O Roça Grande
Foto: Barba, Barriga e Cerveja

Além disso, não podia deixar de mencionar a cerveja artesanal. Muitas receitas abusam de ingredientes locais. A melhor cervejaria do país é mineira, além de termos em nossa conta, receitas premiadas nacional e internacionalmente.

 

A cidade tem o interesse e empenho em consolidar um programa de ações públicas que seja amplo e abrangente. Essas ações culminariam com o fortalecimento da gastronomia no contexto da economia criativa e a construção de uma plataforma de desenvolvimento urbano inclusiva, sustentável e que seja fácil de adaptar.

Amor pela gastronomia de BH

Primeiramente foi uma honra receber o convite e fazer parte de um grupo de pessoas que compartilhou suas vivências, suas histórias e conhecimento no ramo da gastronomia. O mais importante dessa experiência foi contribuir para a candidatura de Belo Horizonte.

Cidade Criativa: Oficina
Fotos: Belotur

Eu amo comer e a comida mineira, pra mim, é a melhor do mundo. Eu acredito muito que a minha cidade vai se eleger porque além de sua riqueza e do que as políticas públicas abrangem, a memória afetiva é um dos grandes pilares da nossa gastronomia. Eu e o Marcus aceitamos o convite com prazer. Você também pode ser o responsável e ajudar BH, divulgando seu amor por essa cidade e pela gastronomia.

Compartilhe e divulgue sua comida predileta, sua cerveja preferida, a receita que está na sua família há anos, o restaurante que você leva seus amigos de fora e até o boteco que você vai toda semana. Vamos juntos ser parte de uma construção e levar nossa cidade ao patamar de cidade parte da Rede de Cidades Criativas da UNESCO.

Um abraço!

Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed