37 bares de cervejas artesanais em Belo Horizonte

Belo Horizonte é considerada por muitos a capital mundial do butecos e não é por menos, afinal, a quantidade de bares por habitantes na cidade é imensa. Entenda por bares quaisquer estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas para consumo no local, pois somos brasileiros e a arte da gambiarra o improviso é uma marca registrada nossa.

Bom, como esse post se propõem a falar de buteco no sentido de um lugar pra se sentar e beber sem compromisso, infelizmente eu não vou incluir alguns estabelecimentos maravilhosos da cidade, os quais têm a cervejas artesanais como carro chefe dentre as bebidas alcoólicas, mas o propósito do lugar é outro, como burguerias, growler stations e restaurantes.

E há quem diga que buteco é um lugar sujo, cheio de gente bêbada arrumando confusão, com comida ruim e por aí vai. Porém, buteco em Belo Horizonte tem uma outra conotação. Buteco é um lugar para reunir amigos e se divertir, ou seja, como eu falei acima, é qualquer lugar no qual você pode sentar e beber. Tanto que é bem comum amigos se convidarem para ir a um buteco se referindo a pubs, restaurantes e até mesmo festas. Estranho, não? Para Belo Horizonte isso é super comum e nada estranho.

E como a lista de bares é grande, chega de enrolação e bora conferir. Boa butecagem a todos.

Ah, se quiser saber mais sobre outros pontos turísticos interessantes em Belo Horizonte, o blog Próxima Parada tem um roteiro bem legal. Corre lá pra conferir.

Cervejas artesanais em Belo Horizonte

Albanos – Hub Cervejeiro

Plataforma Albanos em Belo Horizonte.
foto: Divulgação.

Reinaugurada recentemente, a Albanos passou alguns meses fechada para uma reformulação em seu ambiente, bem como em seu conceito. O estabelecimento que antes era só uma choperia, passou a ser uma plataforma multifuncional para o meio cervejeiro, além de contar com uma pequena cozinha industrial, onde podem ser feitas cervejas sob encomenda.

A casa conta com mais de 6 estilos de chope de fabricação própria e promete muita novidade em sua carta ao longo do tempo.

Endereço: Rua Pium-I 611, Sion.

Ateliê Wäls

Ateliê Wäls em Belo Horizonte.
O Ateliê Wäls, em Belo Horizonte, ganhou recentemente um dos maiores prêmios de arquitetura da Unesco.

Recentemente o Ateliê Wäls ganhou o principal prêmio de arquitetura da Unesco como o melhor projeto de arquitetura na categoria restaurantes – etapa América do Sul, Central e Caribe.

O espaço aberto ao público é anexo ao Barrel Room da Wäls, que é a maior cervejaria a produzir cervejas maturadas em barris de madeira da América Latina. Ou seja, tem muita cerveja de guarda que vale a pena ser experimentada por lá.

Endereço: Rua Gabriela De Melo, 566. Olhos D’Água.

Bar do Edinho

Típico buteco de Belo Horizonte.
foto: Divulgação.

Esse é um clássico buteco belorizontino. Portas de aço, toldo de lona, estufa, mesinha de buteco, máquina de assar frango… Quem não conhece o bar está perdendo, até porque o proprietário, Edinho Nunes, é uma dessas figuras raras, que te fazem sentir tão à vontade no bar, a ponto da saideira nunca ser a saideira de verdade. As horas voam por lá e a gente nem percebe.

Não são muitas opções de cervejas artesanais, mas o que tem por lá já é o suficiente para passarmos boas horas conversando, rindo e apreciando os excelentes tira-gosto, que fazem do Bar do Edinho um dos melhores butecos de Belo Horizonte.

Endereço: Rua Antônio Dias, 367. Esquina com Rua Teixeira de Freitas. Santo Antônio.

Barba Verde

Barba Verde.
foto: Divulgação.

Pub modelo da cervejaria Läut, o nosso chará Barba (Verde) é um bar bem descontraído, com música ao vivo nos finais de semana e chopes a preços bem acessíveis. Um dos diferenciais é a o sistema de compra, que é por ficha, tanto para os chopes, quanto para os petiscos, que são servidos em porções individuais.

Endereço: Rua Curitiba, 2220. Lourdes.

Beerstock

Beerstock, no bairro Buritis em Belo Horizonte.
foto: Divulgação.

O Beerstock conta com 20 torneiras de chope das mais diversas cervejarias mineiras. A casa agora conta com uma cozinha para atender aos que não dispensam um petisco.

Endereço: Avenida Aggeo Pio Sobrinho 20, Buritis

Bitaca da Leste

Bitaca da Leste, no Santa Tereza.
Bitaca da Leste, no bairro mais boêmio de Belo Horizonte, o Santa Tereza.
foto: Divulgação.

Localizado no Santa Teresa, o bairro mais boêmio de Belo Horizonte, esse buteco é de um intimismo impressionante. Sua área interna é minúscula e quase não cabe mesa nenhuma. Mesmo assim, é comum encontrar o lugar sempre cheio. A cozinha da casa é especializada em comida mineira, com muitos petiscos típicos de Belo Horizonte e de Minas. O torresmo de barriga de lá é simplesmente sensacional.

Endereço: Rua Salinas, 2421. Santa Teresa.

Brüder Butiquim BH

Brüder Butiquim
foto: Divulgação.

É o bar modelo da cervejaria Brüder, que tem sua fábrica instalada na cidade mineira de Ipatinga. Por lá são servidos tanto chopes, quanto cervejas em garrafa da cervejaria. O cardápio é variado e conta com diversas opções de petiscos para dividir com a galera.

Endereço: Rua Pium-I, 726. Sion.

Butiquim do Antônio – Mercado Central

Para os butequeiros de plantão, o Mercado Central é o ponto turístico mais apreciado de Belo Horizonte. Por lá, podemos encontrar de tudo um pouco, como dizem os bons mineiros. Desde especiarias a suplementos para atletas, de carne e hortaliças. Queijos, fumo, embalagens e, é claro, butecos.

Destes, o Butiquim do Antônio é famoso por servir chope e cervejas da Backer, além de petiscos como fígado acebolado com jiló na chapa, clássico do Mercado Central.

Endereço: Av Augusto de Lima, 744. Centro.

Café Viena

Café Viena.
foto: Divulgação.

Com uma extensa carta de cervejas, o Café Viena é especializado em culinária áustro-húngara. É um dos estabelecimentos mais antigos de BH a trabalhar com cervejas artesanais. A variedade de cervejas importadas é enorme, algo raro de se encontrar em bares brasileiros atualmente, uma vez que a oferta de cervejas nacionais é enorme.

Endereço: Av. Contorno, 3968. Santa Efigênia.

Chef Tulio Internacional Butiquim

Chef Tulio Internacional Butiquim
foto: Divulgação.

A variedade de cervejas não é grande, porém o cardápio do bar é sensacional, com pratos que já foram destaque em diversos festivais gastronômicos da cidade.

Endereço: Praça Estevão Lunardi, 60. Horto.

Craft Station

Craft Station, na Savassi.
foto: Divulgação.

Como deixar de fora o reduto mais procurado pelos beer hunters de Belo Horizonte? Pois é, o Craft Station tem trazido diversas novidades para suas prateleiras e torneiras, sendo a maioria delas cervejas raras que não serão encontradas em nenhum outro bar da cidade. Muitas delas não estão disponíveis nem mesmo nas lojas online.

São dezenas de rótulos em suas prateleiras e mais de 10 torneiras com cervejas escolhidas a dedo. Vale uma visita, ou dez… ou bem mais que isso.

E num deslize do autor aqui, quase deixei de fora esse bar, mas o bom da internet é isso, conseguir corrigir os equívocos a tempo 🙂

Agradeço aos leitores que me lembraram de incluir o Craft Station. Alguns deram até uns merecidos puxões de orelha rsrs. Mas é isso aí, bom ver vocês interagindo e nos ajudando a construir um conteúdo cada vez melhor. Cheers, meus queridos.

Endereço: Rua Sergipe 1233. Savassi.

Devotos Butiquim

Devotos Butiquim.
foto: Divulgação.

Funciona como restaurante na hora do almoço, mas é o seu happy hour que chama a atenção, com música ao vivo, grande variedade de chopes, espetos e burgers.

Endereço: Avenida Getúlio Vargas, 234. Funcionários.

Era uma vez um Armazém

Era uma vez um Armazém.
Armazém típico do interior de Minas em plena capital Belo Horizonte.
foto: Divulgação.

Pra quem gosta de roça e produtos típicos mineiros, não dá pra deixar de lado esse estabelecimento que é o puro aconchego. Pode-se dizer que o Era uma vez um Armazém é uma delikatessen e confeitaria artesanal.

Endereço: Avenida Professor Mário Werneck, 3200. Buritis.

Estação Lift

Estação Lift.
foto: Divulgação.

Outro que, por um deslize, quase deixei de fora da lista, mas os puxões de orelha vieram a tempo. Então tá aí, o Estação Lift, bar que guarda uma história fantástica da cervejaria cigana de mesmo nome, que começou com um primeiro rótulo em 2017, a Lift Limone, e hoje está tirando os pés da galera do chão – como costuma dizer um dos seus idealizadores, o famoso trovador e aventureiro Limonada, ou Flávio, como preferirem.

O bar conta com uma seleção de cervejas em garrafa, mas também tem várias torneiras de chope, sempre jorrando os rótulos da Lift, que atualmente são 3.

A cozinha tá sempre com algum petisco pra não deixar a galera com fome e sem nada pra salgar a boca. Vale conferir as redes sociais do bar, já que eles estão sempre fazendo uns eventos bem legais in loco.

Endereço: Rua Vitório Marçola . 203 . Lj 13 . Anchieta.

Fürst Tap Room

Fürst Tap Room.
imagem: Divulgação.

Bar conceito da cervejaria Fürst, com gift shop e tudo mais. São 10 torneiras de chope servindo as cervejas da Fürst, que, diga-se de passagem, vem conquistando várias e importantes medalhas em diversos festivais de respeito.

O Fürst Tap Room abre para o almoço e seu cardápio varia todos os dias, com muita opção boa para o paladar dos clientes não cair na rotina. E quer coisa melhor que um rango de primeira acompanhado de uma cervejinha esperta?

Antes que eu me esqueça, o bar também serve petiscos e funciona de noite, ou seja, quem quiser um happy hour ou então tomar umas até mais tarde, será bem vindo por lá.

Endereço: Rua Bernardo Guimarães, 2612. Lourdes.

Haus München

Haus München
foto: Divulgação.

Com mais de 50 anos de tradição, o Haus também é um dos bares de cervejas artesanais mais antigos de Belo Horizonte. Especializado em culinária alemã, o cardápio tem um destaque especial para seu famoso joelho de porco.

Endereço: Rua Juiz de Fora, 1257. Barro Preto.

Hofbräuhaus

HB: Hofbräuhaus em Belo Horizonte.
Belo Horizonte é a sede da primeira filial da HB da América Latina.
foto: Divulgação.

Para quem conhece a famosa cervejaria HB de Munique, esse estabelecimento dispensa apresentações. É a primeira filial da Hofbräu da América Latina e essa negociação não foi fácil, tendo se arrastado por anos até ser concretizada.

Suas cervejas são produzidas ali mesmo e mantém a receita da cervejaria original, sendo supervisionada constantemente por representantes da mesma.

Seu cardápio é muito parecido com o da matriz alemã, mas conta com algumas adaptações regionais, como picanha com fritas e outros tira-gosto bem brasileiros.

Endereço: Avenida do Contorno, 7613, Lourdes.

Jacinta

Linguiça artesanal no Jacinta.
foto: Divulgação.

A Jacinta é uma casa especializada em cervejas artesanais, é restaurante, serve cafés especiais, além de ser um bar dançante num charmoso galpão na Zona Leste de Belo Horizonte.

Endereço:  Rua Grão Pará, 185. Santa Efigênia.

Juramento 202

Juramento 202.
foto: Divulgação.

Sua grande proposta é democratizar o acesso às cervejas artesanais, que são vendidas por lá a preços incrivelmente baixos.

Para acompanhar as cervejas, o juramento conta com sanduíches preparados com pães artesanais, queijos mineiros, embutidos diversos e molhos pra lá de interessantes.

O bar fica em uma esquina e é comum que as pessoas se aglomerem nas ruas durante a noite e nos sábados a tarde.

Endereço: Rua Juramento, 202. Pompéia.

Köbes

Köbes.
foto: Divulgação

Pra quem curte carnes exóticas, o Köbes serve uma costela de javali que é fora do sério. A casa conta com uma carta com boas opções de cervejas artesanais, incluindo cervejas de produção própria. Outra especialidade do Köbes são suas cachaças. Tem muita variedade e só coisa boa, fora que a turma lá entende demais do assunto. Ou seja, se tá afim de tomar uma cerveja local e experimentar uma cachaça da boa, o Köbes é o lugar.

Endereço: Rua Professor Raimundo Nonato, 31A. Horto.

Krug Bier – Choperia

Krug Choperia
foto: Divulgação.

Espaço exclusivo da cervejaria de mesmo nome, famoso pelo seu happy hour e porções de típicas dos butecos mineiros.

Endereço: Rua Major Lopes, 172. São Pedro.

Planeta Lúpulo

Planeta Lúpulo.
foto: Divulgação.

Pra quem está na região da Pampulha, o Planeta Lúpulo é uma excelente opção. Sua carta conta com mais de 200 rótulos de cervejas nacionais e importadas, além de novidades diárias em suas chopeiras.

Antes que eu me esqueça, a casa também tem música ao vivo nos finais de semana.

Endereço: Av. Guarapari, 108. Santa Amélia.

Porks

Porks. Porco e Chope
foto: Divulgação.

O carro chefe da casa são os petiscos de rua servidos em porções individuais com base na carne de porco. O diferencial, nesse caso, são os preços acessíveis dos petiscos. Nas torneiras, muito chope artesanal local.

O Porks tem 2 unidades em funcionamento em BH e todas as duas são ambientes abertos ao ar livre.

Endereço 1: Praça Tiradentes, 51. Funcionários.

Endereço 2: Avenida Nossa Senhora do Carmo, 550. São Pedro.

Protótipo Bar

Protótipo Bar.
foto: Divulgação.

O Protótipo também está localizado no Santa Teresa e boêmia é o que não falta por lá. O bar em sí é minúsculo, mas ele tem uma varanda muito grande, onde os clientes têm opção de ficar sentados ou, se preferirem, em pé.

O bar conta com cervejas de produção exclusiva que são sucesso entre o público.

Endereço: Rua Professor Galba Veloso, 206 – 2º andar – Santa Teresa.

REC Music Bar

REC Music Bar.
foto: Divulgação.

Bar especializado em Rock, com sinuca, varanda ao ar livre e cervejas artesanais. Toda primeira segunda feira do mês, o bar promove o Jam Sessions, que é um evento com o palco aberto para os músicos se reunirem com o intuito de improvisar e se divertir.

Endereço:  Avenida Getúlio Vargas, 809. Savassi.

Saruê

Saruê.
foto: Divulgação.

Bar com cara de butecão, com muita cerveja boa e preços bem abaixo do que é comum de ser encontrado por aí.

Endereço: Av. Altamiro Avelino Soares, 1269. Castelo.

Seu Romão

Seu Romão.
foto: Divulgação.

Vencedor de diversos concursos gastronômicos, o Seu Romão é famoso por sua carta de cerveja e seus petiscos. Está sempre cheio na hora do almoço e de noite, principalmente em dias de jogos do Clube Atlético Mineiro, já que os proprietários são fanáticos pelo clube.

Endereço: Rua São Romão, 192. Santo Antônio. 

Stadt Jever

Stadt Jever.
O bar alemão mais famoso de Belo Horizonte.
foto: Divulgação.

Um pub alemão de respeito localizado na Savassi. Seu charmoso balcão é o espaço mais disputado da casa, sendo comum clientes sentarem sozinhos e interagirem uns com os outros em questão de minutos. Nas torneiras são servidas apenas chopes da Wäls, já que a casa é administrada pela cervejaria.

Sua cozinha é especializada na culinária alemã e o prato mais pedido da casa é o Currywurst, um salsichão alemão servido com molho à base de curry e fritas.

Endereço: Av Contorno, 5771. Cruzeiro.

Svärten Mugg

Svärten Mugg.
Uma taberna viking em Belo Horizonte.
foto: Divulgação.

É uma taberna viking no meio da Savassi. Sua carta de cervejas é média, com opções em garrafa e chope.
Para quem gosta de bebidas destiladas, uma dica é pedir uma dose de Aquavit, um excelente destilado típico da Escandinávia.

A cozinha é comandada pelo chef Kiki Ferrari, conhecido por suas maravilhosas carnes. Por lá, ele prepara diversos pratos com inspirações vikings, com ingredientes e temperos pra lá de interessantes.

Endereço: Rua Santa Rita Durão, 1056. Funcionários.

Stahlberg Bier Haus

Stahlberg Bier Haus.
foto: Divulgação.

São mais de 20 torneiras de chope artesanal, em um ambiente descontraído e nada formal. Mas o que chama atenção na casa é o seu cardápio, com diversos pratos únicos, criados especialmente para a casa.

Destaque para o Tropeiro germano de feijão loiro com linguiça Bratwurst, bacon e ovos. O galeto desossado ao vinho Leão do Norte e mostarda também vale a pedida.

Endereço: Avenida Aggeo Pio Sobrinho, 187. Buritis.

Tap Room Casa O.L.E.C

Tap Room Casa O.L.E.C.
foto: Divulgação.

A Casa O.L.E.C é especializada em insumos e equipamentos para produção de cerveja artesanal, mas também possui um Tap Room com mais de 20 torneiras abastecidas com chopes de produção local e alguns chopes de fora. O local também funciona como Growler Station, para os que quiserem levar alguns litros de chope para casa.

Endereço: Rua Raimundo Corrêia, 210, São Pedro.

Templo Cervejeiro Backer

Templo Cervejeiro Backer.
foto: Divulgação.

Além de todo o charme do local, o Templo Cervejeiro foi construído no meio da cervejaria Backer, onde os clientes podem ver os tanques fermentadores de perto.

A cozinha é excelente, comandada pelo renomado chef Leandro Galastro, contando com petiscos tradicionais, bem como pratos sofisticados.

Endereço: Rua Santa Rita, 221. Olhos D’água.

The Butcher

The Butcher no Coração Eucarístico em Belo Horizonte.
Carne e cervejas artesanais em Belo Horizonte.
foto: Divulgação.

Pra quem curte os mais variados cortes de carne, o The Butcher é uma boa opção. Localizada próxima ao Coração Eucarístico, bairro conhecido por seus diversos e agitados bares, a casa também serve alguns rótulos de cervejas artesanais, com uma atenção especial para as cervejas locais.

Resumindo: carne e breja, uma combinação perfeita.

Endereço: Avenida Ressaca, 353. Minas Brasil.

Uaimií

Uaimií.
foto: Divulgação.

Pub modelo da cervejaria de mesmo nome. Sua cozinha tem uma proposta diferente, onde todos os pratos são assados. Nada de frituras por lá. Seu ambiente é confortável, climatizado e conta com som ambiente, ou seja, propício para conversas entre amigos ou casais.

Ah, recomendo a Chico Rei, uma Dry Stout foda, cheia de medalhas e digna de respeito.

Endereço: Rua Grão Mogol, 1176. Sion.

Vintage 13

Saduíche alemão do Vintage 13.
Cerveja artesanal e muito rock and roll no meio da savassi em Belo Horizonte.
imagem: Divulgação.

Muito Rock and Roll no meio da Savassi. Precisa dizer mais? Sim, precisa.

O Vintage 13 é um bar, um pub, um café, uma loja… tem sanduíches, camisetas, kultura kustom, bónes, tenis e muita cerveja foda na temperatura certa. O bar já ganhou até um rótulo próprio, produzido pela Küd, famosa cervejaria mineira que dedica seus rótulos ao Rock.

Aumenta o som, como diria o poeta, que isso aí é Rock and Roll.

Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 382. Savassi.

Wäls Gastropub

Wäls Gastropub.
foto: Divulgação.

Outro empreendimento que leva o nome da Wäls. São várias torneiras de chope da cervejaria homônima, além de pratos de dar água na boca.

Seus drinks são elaborados com cerveja e chamam a atenção pela harmonia que a bebida traz em conjunto com os outros ingredientes.

Por lá, toda quinta-feira é dia de Wäls Sessions, uma sessão de múcisa apresentada no parklet que fica em frente ao estabelecimento.

Endereço: Rua Levindo Lopes, 358. Savassi.

Extra – Mamãe Bebidas

Mamãe Bebidas.
foto: Divulgação.

Não se trata de um bar, mas esse estabelecimento não poderia ficar de fora. É a maior loja de cervejas de Belo Horizonte, além de ser a mais antiga. São diversos rótulos importados e nacionais, sendo comum encontrar cervejas que não seriam encontradas em nenhum outro bar da capital mineira.

Além disso, a casa conta com mais de 30 torneiras de chopes, nacionais e importados, porém, estes são apenas para levar pra casa, sendo proibido o consumo dos mesmo dentro do estabelecimento.

Endereço: Av. Do Contorno 1955. Floresta.

Extra 2 – Capa Preta Tap House

Capa Preta Tap House BH
foto: Divulgação.

Apesar de não estar localizada em Belo Horizonte, a Capa Preta Tap House não pode ficar de fora dessa lista, ainda mais por ser localizada no bairro Alameda da Serra, que pertence a Nova Lima, mas está bem no limite entre os dois municípios e bem próxima do BH Shopping.

São diversas torneiras com os variados rótulos da cervejaria de mesmo nome, famosa por suas cervejas de personalidade e qualidade. Destaque para a Porter Berry que ganhou o prêmio de terceira melhor cerveja do concurso do Festival Brasileiro da Cerveja 2018, que é simplesmente o mais importante festival cervejeiro do país. Além disso, a Porter Berry conquistou uma medalha de Ouro na categoria American – Style Fruit Beer.

Vale ou não vale a pena estar nessa lista? Cheers

Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed