Existe na Escócia, terra do scotch, uma cervejaria que já há bastante tempo vem ganhando destaque na imprensa com suas criações e ações inusitadas, como cerveja fermentada no fundo do mar (Sunk Punk) e a cerveja mais alcoólica do mundo, quando foi lançada (End of History, com 55%). No entanto, se a Brewdog alcançou sua singularidade no meio cervejeiro, foi sobretudo pela qualidade de suas cervejas, bem ao gosto contemporâneo, com doses generosas de lúpulos norte-americanos de aroma e de amargor. Apreciador de cerveja que se preze deve conhecer rótulos como Punk IPA e Hardcore IPA. A última novidade é que, agora, é possível ter acesso a essas receitas e reproduzi-las integralmente. Isso mesmo: é possível ter em casa uma Punk IPA feita por você!

No dia 25/2, a cervejaria escocesa publicou aqui um catálogo com todas as 215 receitas elaboradas pelos cervejeiros, incluindo detalhes importantes do processo, como a hora certa de usar determinado ingrediente ou a temperatura ideal de dry hopping. A iniciativa não é exatamente nova: aqui no Brasil, o Samuel Cavalcanti, da cervejaria Bodebrown, já deu vários cursos de produção de cerveja caseira reproduzindo algumas de suas melhores receitas, como a Perigosa. Quem participava do curso ganhava um “Kit Perigosa” para reproduzir a cerveja em casa. Mas a forma como a Brewdog fez, abrindo todas as receitas em um catálogo muito bem elaborado, foi, de fato, inédita. Mais do que simplesmente reproduzir receitas, esse material é uma excelente fonte de estudo para produtores e apreciadores. É possível, por exemplo, estudar e comparar os lúpulos de aroma de receitas diferentes, analisando qual a contribuição de cada variedade ou analisar como a combinação de diferentes maltes contribuiu para aspecto final da cerveja (cor, aroma e sabor).

Segundo os cervejeiros da Brewdog, a iniciativa partiu da vontade de homenagear os cervejeiros caseiros, afinal foi dessa forma que tudo começou. Tomara que essa atitude dos escoceses inspire mais ações de solidariedade no meio cervejeiro!

Um abraço!